Hábitos negativos, medo de falhar, crises de ansiedade… “Meu Deus, Não vou conseguir passar na prova do concurso que eu escolhi!

Eu sei bem como é.

Existe o medo de falhar, existem as crenças negativas e, principalmente, os maus hábitos.

Esses último são catastróficos.

E muitas vezes estão disfarçados em pequenas ações que são, aparentemente, inofensivas, mas que colocam os seus estudos em “Xeque“.

E se você estiver em meio a tantas dificuldades e não sabe o que fazer, tenha calma.

Nesse artigo eu vou te ajudar a identificar os principais comportamentos destrutivos que você deve combater para não destruir o seu desempenho nos estudos.

Antes de mais nada, saiba que o autoconhecimento é fundamental nessa etapa.

Portanto seja absurdamente sincero com você enquanto coloca em prática o que vai aprender aqui hoje.

1- Excesso de Informações (Information Overload)

Esse é o primeiro ponto que nós vamos abordar.

Não adianta…

Por mais que eu insista em dizer, os concurseiros adoram fuçar tudo quanto é site, fórum, grupos de redes sociais, atrás de informações, apostilas, pdf´s, vídeo aulas…

Um universo de informações que, quase nunca, conseguem absorver na sua totalidade.

Além disso, enquanto o concurseiro não possui maturidade estudantil, é comum anotar tudo o que o professor fala nas aulas, tanto online quanto presenciais.

Entenda que, anotar informações em excesso, mais atrapalha do que ajuda.

Enquanto estiver assistindo aula, preste atenção, anote o que for importante e merecer destaque.

Seja seletivo.

Anotar tudo sem critério é uma grande perda de tempo.

Use essa estratégia com inteligência para que, em um momento posterior, quando você for realizar o seu estudo individual, você saiba os assuntos importantes que mereçam estar em seus resumos e em suas revisões.

Aqui no Centro Preparatório, você aprende como definir os assuntos mais importantes de cada matéria no artigo Como Fazer Um Roteiro de Estudo Perfeito.

2- Uso exagerado do Marca Texto

Sim, isso pode ser um problema.

Eu aprendi isso enquanto estudava para o concurso da PRF.

Eu tinha o péssimo hábito de abusar do uso de marca texto.

Pintava todo o meu material sem critério algum.

O uso dessa estratégia de destacar os assuntos mais importantes das matérias é eficiente quando feito de maneira estratégica.

Se você “pintar” o seu texto de qualquer maneira, sem o mínimo de critério, você irá exagerar nas marcações e a estratégia perderá o seu propósito.

Crie um padrão de cores, além de um estilo de marcação do conteúdo para que você destaque o que é importante e para que a estratégia cumpra a sua função.

3- É Fazendo Que Se Aprende

Você provavelmente já ouviu esse ditado antes.

Além disso, ainda existe a máxima: “A prática leva à perfeição“.

Ambas as terias tem o seu fundo de verdade e estão intimamente ligadas entre si.

Assista às suas aulas, estude os conteúdos através de livros e apostilas, pois isso é muito importante para que você adquira entendimento sobre o conteúdo estudado.

Porém, muita teoria, por si só, não funciona muito bem para provas de concurso.

Depois de estudar o conteúdo, parta para a prática.

Resolva o máximo de questões que você puder.

Acesse o site da banca organizadora do seu concurso e resolva todas as provas do seu nível de escolaridade.

É sério… Se a sua prova for de nível superior, baixe todas as provas de nível superior que possuam matérias em comum com o seu concurso e resolva todas

O mesmo vale para as provas de nível médio também.

Assim você passa a conhecer o estilo da banca, ou seja como ela cobra os conteúdos nas provas, além de adquirir maturidade em resolver questões na prática.

4- Revisar o conteúdo sem critério

Ao contrário do senso comum, quando falamos em revisar o conteúdo estudado para a prova do seu concurso, alguns critérios devem ser bem definidos para que você não estude errado.

Revisar é rever o conteúdo, isso é bem óbvio.

Mas quais os critérios de revisão?

Prioridade. Isso mesmo. Você precisa aprender a priorizar o conteúdo mais importante para a sua prova e dar prioridade a ele na hora de estudar.

Atente que eu disse que você deve priorizar o conteúdo mais importante.

Pois ele tem mais chances de ser cobrado na sua prova.

Mas e o restante da matéria?

Tudo é uma questão de tempo.

Se, ao final do seu processo de revisão do conteúdo, você ainda tiver tempo disponível para estudar, volte e revise toda a matéria do edital.

Mas, entenda que essa prioridade serve para você garantir que já estudou o que tem mais chances de cair na prova.

O restante entra como um bônus, um plus a mais para que você aumente as suas chances de tirar uma nota alta na prova.

E, se o tempo for escasso, você já garantiu o suficiente para ter o mínimo aceitável de conhecimento para se dar bem na prova.

5- Estudar matérias diferentes da mesma maneira

Vamos esclarecer alguns pontos para você entender porque eu resolvi colocar este tópico no artigo de hoje.

Estudar direito é diferente de estudar raciocínio lógico, por exemplo.

E redação, também é completamente diferente dos exemplos acima.

Para cada tipo de conteúdo, vale a pena desenvolver uma metodologia de estudo que melhor se adapte a você.

É importante que você tenha essa visão diferenciada e entenda que o concurseiro profissional consegue se adaptar até mesmo para estudar as matérias que tem mais dificuldade.

E essa é a postura que você também deve adotar.

Conclusão

Estudar para concurso é como se desenvolver em uma arte marcial.

Você começa como faixa branca e vai aprendendo a essência da arte até que se torne um faixa preta.

Da mesma maneira acontece nos estudos, você vai aprendendo algumas estratégias de estudo.

E consegue escolher aquelas com as quais se adapta melhor e vai se desenvolvendo cada vez mais, ou seja, vai ganhando performance com o decorrer do tempo.

No meu livro digital, 10 Passos do Sucesso Nos Concursos, eu ensino uma estratégia completa de estudos.

Então, ele é um passo a passo com 10 etapas simples e distintas, que você vai colocando em prática e vai se desenvolvendo gradativamente até que aprenda de forma definitiva a estudar para qualquer prova de concurso.

E isso acontece bem rápido. Tudo depende do seu grau de dedicação.

Em 1 semana você já está apto a estudar em alto nível para conquistar a sua aprovação.

Eu preparei um vídeo explicativo que mostra como você pode ter acesso a essa estratégia completa para passar mais rápido no seu concurso e mudar de vida logo.

Pois o tempo passa muito rápido e existem cada vez mais pessoas se preparando melhor para as provas de concurso.

Para você acessar agora, basta clicar Aqui ou no link abaixo para aprender como ter acesso aos 10 Passos do Sucesso Nos Concursos.

Link de Acesso: Método Definitivo Para Passar Em Concursos, Clique para acessar.

Eu espero que você tenha gostado desse artigo.

Curta e compartilhe nas suas redes sociais e deixe também o seu comentário.

Um grande abraço e até a próxima.
Pablo Amorim


Pablo Amorim
Pablo Amorim

Pablo Amorim é Policial Rodoviário e Especialista em Aprendizagem Para Provas de Concursos. Fundador do Blog Centro Preparatório, onde publica artigos com estratégias de preparação, Autor de Livros Digitais sobre preparação para Concursos e Podcaster no Canal Mestre em Concursos, disponível no Spotify e no Deezer.

Deixe Aqui o Seu Comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published.