Como fazer um roteiro de estudo perfeito em 5 Passos Simples

Uma das atividades que mais causam dor de cabeça nos estudantes e concurseiros é como fazer um roteiro de estudo perfeito. Muitas dúvidas ficam na cabeça.

E ai? Como devo estudar? Qual a sequência de atividades a serem realizadas para cada assunto do edital?

Como Fazer um Roteiro de Estudo em 5 Passos

Essas dúvidas causam um efeito paralisante nos estudantes que não sabem como fazer um roteiro de estudo.

E isso é um grande erro, pois faz o estudante perder um tempo precioso até conseguir se encontrar no meio de tantos conteúdos.

Além de causar uma grande perda de eficiência nos estudos.

Além de todas essas dúvidas, ainda existe outro grande problema causado pela falta de um roteiro de estudo, que é a falta de organização dos estudos.

Pois, ele te permite organizar o estudo e ter o controle de cada conteúdo de cada uma das matérias as serem estudadas, te tornando capaz de estudar em alta performance.

Ou seja, estudar e memorizar os assuntos e saber como resolver questões de provas.

Eu escrevi esse Passo a Passo justamente para te ajudar a eliminar os problemas causados pelo descontrole dos estudos.

Após a leitura, você será capaz de saber como fazer um roteiro de estudo que atenda a todas as suas necessidades.

Eu costumo chamá-lo de roteiro de estudo perfeito.

Eu falo sério, e ao final deste artigo você vai entender por quê.

O que você vai aprender nesse artigo:

  • Organizar sua rotina de estudos
  • A Diferença entre estudar e assistir aula
  • Descobrir se você necessita ou não assistir a vídeo aulas.
  • Organizar a Sequência de estudos por assunto e
  • Uma Dica extra ao final do artigo

Lembre-se de fazer o download do ebook 10 Passos do Sucesso Nos Concursos, que contém uma série de dicas para você começar a estudar de forma estratégica. Clique aqui para fazer o download.

Espero que esse artigo te ajude organizar melhor sua rotina de estudos, agora vamos colocar a mão na massa?

Pronto para aprender como fazer um roteiro de estudo?

Passo 1 – Você Já Compreende o Assunto?

Antes de começar a estudar determinado assunto, você deve verificar se já tem algum conhecimento prévio sobre ele.

Pois isso será determinante para que você recorra ou não a vídeo-aulas ou cursinhos específicos.

Caso você não tenha conhecimento sobre o assunto a ser estudado, o ideal é assistir a uma aula sobre o assunto.

Existem diversos cursos online onde você faz uma assinatura mensal e pode assistir a qualquer aula sobre qualquer assunto.

Assistir a uma aula sobre o assunto que você não domina é importante pois, na aula, o professor vai te dar compreensão do assunto.

Essa é a função da aula.

Agora, se você já compreende o assunto a ser estudado, podemos passar direto para o segundo passo para fazer o seu roteiro de estudo:

Passo 2 – Estudar o conteúdo por um material escrito

Antes de entrar em maiores detalhes, você precisa entender de uma vez por todas que assistir aula não é estudar, definitivamente.

A diferença principal é que aluno é quem assiste a aula, e isso não é ser estudante (quem estuda de fato).

No Brasil, o aluno é condicionado a estudar apenas para provas e para obter boas notas e “passar de ano”.

Dessa forma, o aprendizado não se fixa no cérebro, mais precisamente na memória de longo prazo, que é aquela que usamos na hora das provas de concurso.

Nós falaremos mais disso no Passo 5.

O estudo é individual, através de leitura e escrita, em momento posterior à aula.

Então, é preciso estudar (sozinho e escrevendo) todos os dias, rigorosamente, além de ter uma boa noite de sono.

Já que é só durante o sono que o nosso cérebro consolida a memória de curto prazo em memória de longo prazo, e a informação é fixada.

Então, a partir de hoje, siga o mantra:  “Aula dada… aula estudada… HOJE!”.

Como Escolher o Material Didático?

Na hora de escolher o seu material didático, você deve levar uma série de itens em consideração:

  • Material Atualizado e de Qualidade
  • Autores Renomados
  • Específico Para o Seu Concurso

Mas não para por aí…

Você deve levar consideração também o concurso que vai prestar, a banca, provas anteriores.

Faça uma análise de todos esses itens e veja se vale a pena se aprofundar no assunto.

Pois se a banca cobra o assunto em nível básico, estude por um material mais básico.

E o contrário também é verdade, se a banca cobra nas provas o conteúdo em um nível muito alto de aprofundamento, o seu material de estudo também deve aprofundar o tema.

Passo 3 – Grifar as Partes Mais Importantes

No momento em que você estiver estudando (lendo, sozinho), o ideal é que você grife (marque) as partes mais importantes do conteúdo em questão.

O grande erro que os concurseiros cometem nessa hora é tirar da cabeça aquilo que consideram como os partes mais importantes da matéria estudada.

E Como Saber Quais as Partes Mais Importantes?

Depende…

Depende da análise feita por você (concurso, banca, provas anteriores).

Você deve verificar os itens mais cobrados nas provas anteriores do concurso e priorizar esses assuntos.

Quanto mais o item foi cobrado em provas anteriores, maior o seu grau de importância, e mais atenção você deve dar a esse item especificamente.

Calma… ainda faltam mais 2 Passos e mais uma dica extra depois…

Passo 4 – Faça Resumos

Como Fazer Um Resumo

Depois de assistir às aulas, estudar, grifar as partes mais importantes, é hora de fazer o seu resumo.

Porque passadas essas etapas, nós entramos em fenômeno chamado curva do esquecimento.

Segundo o Psicólogo Hermann Ebbinghaus, em uma semana nós esquecemos aproximadamente 95% de tudo o que estudamos.

Então, pegue os assuntos grifados de cada tópico que você estudou e faça um resumo.

O resumo deve ser pequeno e comprimido.

E você pode usar a técnica de Resumo por Palavra-Chave, Mapas Mentais, Esquemas ou Fichas.

Use o tipo de resumo com o qual você se adapte melhor.

Passo 5 – Revisões Períodicas

Esse é o último passo do nosso artigo de como fazer um Roteiro de Estudo.

As revisões são uma forma excelente de retornar aos itens mais importantes que nós já estudamos.

E através de revisões periódicas você massifica o conteúdo na sua mente.

Como Fazer as Revisões?

Simples…

  • Faça a leitura dos seus Resumos.

Monte um calendário de Revisões e tenha contato constante com o conteúdo que você já estudou.

Além disso, para potencializar o poder de memorização das revisões periódicas, logo após realizar a revisão de um determinado assunto, resolva questões relacionadas àquele tópico.

Onde encontrar Questões?

Dica Extra

Nesse artigo você aprendeu como fazer um roteiro de estudo muito eficiente.

Os passos que relacionei acima são fáceis de serem implementados, e são a base de uma preparação com o mínimo aceitável de estratégia.

Mas existem outras estratégias mais avançadas para que você consiga ter uma preparação a base de “esteróides”. rsrsrs

Ou seja, muito, muito forte!

Fica impossível eu mostrar tudo aqui neste espaço.

O artigo ficaria muito grande e massante e você provavelmente não leria até o final…

Somente criar o seu roteiro de estudo perfeito já vai trazer uma grande transformação para você, mas não dará os resultados maximizados.

Por isso tenho algumas sugestões para você estudar em alto grau de performance.

O que eu costumo chamar de ir para o próximo nível.

Se você gostou desse artigo, leia um texto completo sobre O Ebook 10 Passos do Sucesso Nos Concursos, um material fantátisco em PDF que está transformando péssimos estudantes em concurseiros afiados.

Você vai se surpreender.

Para ter acesso é muito simples, acesse o link abaixo e siga o passo a passo para tirar todas as suas dúvidas sobre o conteúdo do Ebook.

Um abraço e até o próximo artigo

Pablo Amorim

2 Comentários


  1. A parte mais difícil é fazer a programação, é muita coisa pra encaixar em pouco tempo pra estudar :/

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *